• Logo da Rádio
  • Minuto Contas no Azul
  • GPRAM - COLÔMBIA
  • Mulher de Deus
  • Programa Saúde Pela Fé
  • Programa Conversa com o Comandante





Locutor: Automática
Prog: PROGRAMAÇÃO GERAL - das 19:00 ás 23:00

Simões - Brasília-DF - Fui transportados aos anos 80 ouvido Ma ma ma ma Maria           lucena - brasilia - boa tarde Aurelio, um abraço a todos da RADIO BOMBEIROS, voces estão de parabens a radio é um SUCESSO!!!!!!           JEAN CHARLES - JARDIM BOTÂNICO - BSB - DF - Boa tarde. Parabéns à equipe da rádio Bombeiros.          

Notícias

Captação de água do lago é inaugurada sob protestos de ambientalistas

  • Tamanho-da-letra
  • menor
  • maior

O Governo do Distrito Federal inaugurou na manhã desta segunda-feira (2/10) o subsistema de captação e tratamento do Lago Paranoá. A obra, feita em caráter emergencial, é a primeira de abastecimento hídrico inaugurada no DF nos anos 2000 e foi concluída em cinco meses, um mês após o cronograma inicial.
 
O governador Rodrigo Rollemberg bebeu a água do subsistema para demontrar que o líquido é próprio para o consumo e responsabilizou gestões anteriores pela crise no abastecimento. “Lamentavelmente, os governos anteriores não investiram em captação e tratamento de água. Nosso governo, desde o primeiro mês, compreendendo a importância, reservou recursos para esses investimentos”, afirmou. O total de R$ 42 milhões investido foi liberado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, ligada ao Ministério da Integração Nacional.
 
O subsistema abastecerá as regiões administrativas de Lago Norte, Paranoá, Itapoã e Taquari, atualmente assistidas pelo reservatório de Santa Maria. Segundo Maurício Luduvice, presidente da Caesb, o volume inicial das captação foi de 50 litros por segundo para ser aumentado gradualmente. No momento da inauguração, estava em 200 litros por segundo. Durante 90 dias, a operação será assistida pela empresa responsável pelo projeto, a Enfil. No fim desse período, a vazão de água chegará a 700 litros por segundo.

Ainda neste mês, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) espera colocar em funcionamento o Subsistema Produtor de Água do Bananal, que abastecerá Asa Norte, Sudoeste, Cruzeiro e Noroeste. Com as novas captações colocadas em funcionamento, a Caesb espera que, até dezembro deste ano, cidades abastecidas pelo Descoberto, como Guará, Núcleo Bandeirante e parte de Águas Claras, passem a ser atendidas pelo Santa Maria, para desafogar o principal reservatório do DF. 

Descoberto e Santa Maria encontram-se atualmente com os piores volumes da história, 16,9% e 29,1%, respectivamente.  
 Fonte: Correio Braziliense

Postado em: 02/10/2017 às 18:04:14